INTRODUÇÃO AO TEMA

Quarto mês do Projeto ConheSeremos. Já passamos por imersões muito relevantes nos temas: Câncer de Mama, Islã no Brasil e Adoção. Muita leitura, muitos aprendizados. Agora precisamos falar sobre como converter este conhecimento em ação na sociedade.

Neste mês iremos discutir sobre mecanismos de conscientização, suas efetividades e tentaremos chegar perto de entender o caminho entre conhecer uma realidade (princípio básico do Projeto ConheSeremos) e agir na sociedade. Existem diversos meios que ajudam a nos conscientizar melhor sobre variados temas. Entre eles o “TED” como exemplo global e o “JáPensou?” como belo exemplo local no Brasil. Há pouco tempo tomei conhecimento do Podcast “Mamilos” o qual me surpreendeu com o conteúdo. Este será um grande passo para o projeto pois, no entendimento do que nos motiva a agir socialmente, os conhecimentos que estão por vir nos próximos meses terão ainda mais efeito na construção (ou reconstrução) de uma sociedade melhor.

Junte-se a nós nesta conversa.

O que te motiva a contribuir?

(conjunto de respostas enviadas ao projeto)

  • Querer fazer o bem
  • Acredito que se formos melhor com o próximo, o mundo devolverá de forma melhor para nós ! Acredito também que fazer o bem ao próximo contribui para uma melhor Organização da sociedade, seja em relação a segurança, educação, bons modos, respeito. Deve haver empatia para que todos se respeitem
  • Saber que crianças terão melhores condições de vida.
  • A felicidade do próximo
  • Acho que devo.
  • Empatia
  • A necessidade dos menos favorecidos.
  • Acredito que a causa é um bom motivador… e às vezes é algo que não sei nomear… simplesmente faço.
  • As necessidades e situações que se apresentam diante de mim; ajudar o próximo.
  • A idéia de coletivo acima do individual.
  • Gratidão. Acho mesmo que tenho uma vida muito abençoada e sinto que devo por esse sentimento de gratidão em marcha.
  • Fazer do mundo um lugar melhor para se viver.
  • O conforto e a alegria que sentimos quando fazemos o outro feliz.
  • Fazer bem ao próximo!
  • Ajudar não custa nada. Podemos o bem a outra pessoa com simples atitudes.
  • Desejo de ver uma sociedade e o entorno em que vivo melhor, hoje, principalmente para minha filha!
  • O fato de fazer o bem e fazer a diferença na vida de alguém me faz me sentir satisfeito, deixar um legado na vida de alguém é muito gratificante
  • O sorriso de gratidão de quem recebe ajuda.
  • Desejo de redução da desigualdade.
  • O desejo de viver num ambiente mais saudável onde as pessoas possam usufruir das mesmas oportunidades
  • Saber que estou fazendo o bem para outra pessoa e transformando realidades.

Quais são as barreiras que impedem você (ou outros) a não engajarem em projetos sociais?

(conjunto de respostas enviadas ao projeto)

  • Acho que a falta de tempo, ou a falta de pensar em algo
  • Dúvidas sobre o destino dos recursos. Confiança na equipe que gerência a atividade social.
  • Jovens interessados em se mostrar
  • Pouco dinheiro.
  • Não ter informações disponíveis e de fácil acesso sobre como se associar a um projeto social.
  • Nenhuma. Nunca me chamaram para fazer parte, gosto muito da ideia.
  • Posso dizer sobre mim… as vezes tenho medo. Medo de não conseguir contribuir o suficiente, de deixar de acreditar na causa, medo de descobrir algo que não combina Com aquilo que acreditei no início.
  • Projetos pessoais; orgulho; egoísmo; falta de tempo; não considerar que pequenas ações são contribuições; a idealização da ideia de caridade, altruísmo, beneficência, etc.
  • A idéia de tempo como dedicação integral.
  • Talvez não saber como nem por onde começar.
  • Acredito que tempo seja o maior problema.
  • Desculpas… mas, falta de tempo, e falta de grana
  • O Egoismo e a desconfianca que o recebedor possa uasr a doacao em beneficio proprio.
  • Tempo!
  • Pouca divulgação e dependendo alguma burocracia
  • A desculpa que as pessoas mais dizem ter é a falta de tempo e o desconhecimento de ações possíveis.
  • Falta de organização de tempo pessoal e algumas pessoas não tem a empatia pelo próximo são alguns dos fatores mas se tratando de pessoas existem n motivos para que não queiram se envolver em projetos pessoais
  • Por vezes as pessoas estão complicadas com os próprios dilemas e encaixar em suas vidas a questão de ajudar para os outros parece que vai ser trabalhoso e, talvez por puro egoísmo, a pessoa não querer ajudar porque quer antes, ser ajudada.
  • Se a pergunta refere-se a apoiar outros projetos, diria como barreira a insegurança e falta de credibilidade gerada pelas interações virtuais. Além disso, como ser humano, precisamos nos sentir tocados e fazer isso no meio virtual (meio atual de massa) é possível, mas requer alta dedicação em tempo e técnica.
  • Falta grana e tempo
  • Talvez a maioria seja tempo e falta de acreditar. As pessoas não se planejam e acabamentrando numa rotina mto cega e acabam não acreditando que pequenas ações podem mudar o mundo.

Vídeos sobre o tema:

Projetos relacionados ao tema:

(inclua abaixo sugestão de projetos que acredite interessantes para este tema)

TED

TED

Ideias que merecem ser compartilhadas

Link para a página do TED.

Já Pensou?

Já Pensou?

Empreendedorismo Social

Acesso ao projeto.

Podcast Mamilos

Podcast Mamilos

Informação com inteligência, humor, respeito e empatia.

Acesso ao projeto.

Relatos pessoais:

Conte-nos, como foi o seu processo de se levantar e agir na sociedade!
O que te motivou? Quais foram as dificuldades? Como podemos aprender com sua história?

O que acha?